Ato celebra os 50 anos da Greve de Osasco nesta 2ª feira

Fonte: Assessoria de imprensa do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco

A Greve que afrontou a ditadura militar, em 1968, completa 50 anos nesta segunda-feira, 16. O movimento foi um divisor de águas para a luta dos trabalhadores e também um marco fundamental na luta contra a ditadura militar.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região irá marcar a data com um ato, a partir das 18h, em sua sede, em Osasco, para o qual gostaríamos de convidá-lo.

Participam protagonistas do movimento, ao lado de lideranças da greve de Contagem (MG), ocorrida em abril de 1968, que também foi um marco na resistência dos trabalhadores contra o arrocho e a opressão da ditadura e pela Democracia.

A Greve – Exatamente no dia 16 de julho de 1968, o famoso soar do apito da Cobrasma, às 8h30, foi a senha para que 2 mil trabalhadores cruzassem os braços e iniciassem a ocupação da empresa, sob o comando da comissão de fábrica. Colocavam em prática um plano motivado pela indignação com as condições de trabalho e com a ditadura civil-militar, alicerçado na organização de base e arquitetado a muitas mãos: Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região, Frente Nacional do Trabalho, padres operários, operários estudantes, comissão de fábrica.

Ainda no dia 16, o movimento se alastrou para a Lonaflex e, no dia seguinte, chegou a Braseixos, Barreto Keller, Fósforos Granada, Brown Boveri e se tornou um exemplo para todo o Brasil, fazendo de Osasco referência nacional na luta dos trabalhadores. Somente dez anos depois é que os trabalhadores conseguiram se organizar novamente num forte movimento de resistência, no ABC paulista.

Repressão – Tamanha afronta foi duramente reprimida pela ditadura civil-militar, que, para isso, se valeu de sua associação com as empresas. Trabalhadores foram presos, torturados, seus nomes foram colocados em listas sujas. O Sindicato sofreu a segunda intervenção, em 18 de julho de 1968. Mas o exemplo ficou.

Ato em celebração aos 50 anos da Greve de Osasco

Local: sede do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região – rua Erasmo Braga, 310 – Pres. Altino – Osasco
Horário: a partir das 18h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *