Em Cubatão, cozinheiras escolares rejeitam proposta e são admitidas

Da Redação

O Sindicato dos Trabalhadores em Refeições Coletivas de Cubatão ( Sintercub) realizou nessa quinta, 10, assembleia com as cozinheiras escolares da empresa Cheff Grill Refeições Express Ltda.

Ao ter o contrato suspenso no dia 30 de abril, a empresa que prestava serviço para a Prefeitura de Cubatão, demitiu funcionárias e propôs o parcelamento das verbas rescisórias em 6 vezes.

A proposta foi rejeitada e o sindicato conseguiu que as trabalhadoras demitidas fossem admitidas pela empresa sucessória na prefeitura.

O próximo passo do sindicato será ingressar com uma ação coletiva na Justiça do Trabalho para haja o pagamento das verbas, multas e FGTS.

A assembleia contou com a presença de Carlos Ferreira, representando a Fetercesp, de Elísio Golberto do Sintercesta e de Odimar Geraldo Ramos do Sintercamp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *