Federação e sindicatos unificam pauta salarial dos frentistas de SP nesta sexta-feira (26)

Fonte: Assessoria de imprensa da Fepospetro

Dia 26, às 10 horas, representantes dos dezesseis sindicatos filiados à Federação Estadual dos Frentistas (Fepospetro) debaterão com Luiz Arraes, presidente da entidade, as reivindicações dos trabalhadores feitas em assembleias realizadas entre dezembro e janeiro

Na campanha salarial 2018/2019, estarão em pauta cláusulas econômicas da Convenção Coletiva como reajuste salarial, aumento do vale-refeição e do valor das horas-extras, além da pauta social como composição da cesta-básica, valor do seguro de vida e do auxílio- funeral. Outros itens são limite máximo permitido de desconto a ser aplicado sobre o vale-transporte, percentual que hoje é de apenas 1% ante os 6% previstos em Lei.

O dirigente sindical Luiz Arraes, que conduzirá o encontro, pretende explorar estratégias para que se concretize o objetivo da categoria de formalizar, com os empregadores – grupo formado por quatro entidades Sincopetro, Resan, Regran e Recap – a proibição de possíveis tentativas de implementação unilateral, pelos postos de combustíveis, de mudanças contrárias aos direitos e à dignidade dos trabalhadores, valendo-se para isso da Lei da Reforma Trabalhista ( 13.467/17).

O dirigente sindical destacou ainda que segue sendo prioridade, na negociação, a reposição de perdas salariais e a garantia de não retirada de nenhum direto de que já conta a categoria. “Para isso, além do nossa capacidade negocial, fará diferença a pressão dos trabalhadores, através da presença e participação nas rodadas de negociação” ressaltou. Após a reunião de sexta- feira (26), o documento unificado será protocolado pela Fepospetro junto ao sindicato patronal, Sincopetro, que fica no bairro Perdizes, em São Paulo, local onde ocorrerão as rodadas de negociação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *