Fepospetro dá início à produção das cem mil cartilhas sobre saúde e benzeno

Fonte: Assessoria de imprensa da Fepospetro

A versão definitiva da cartilha destinada ao cem mil frentistas do estado de SP foi apresentada pelo presidente da Fepospetro (Federação Estadual dos Frentistas), Luiz Arraes durante a reunião do dia 5 de julho, na sede da entidade, em SP, com dirigentes dos dezesseis sindicatos filiados.

O material, produzido em conjunto com a Fundacentro, integra a campanha “Benzeno não é flor que se cheira”, promovida pela Fepospetro e o Ministério Público do Trabalho de Bauru/SP com o objetivo de alertar e informar frentistas e consumidores acerca dos riscos da exposição ao benzeno, substância contida nos combustíveis, classificada por entidades de saúde como sendo potencialmente cancerígena.

A produção da cartilha marca a etapa final da campanha, que desde o seu lançamento, em agosto de 2017, tematizou a questão do benzeno via seminários, debates públicos, palestras em Postos de Combustíveis e também em doze outdoors instalados ao longo das principais rodovias do estado de SP.

De acordo com Arraes, para marcar a conclusão da campanha e divulgar o cronograma dos dezesseis sindicatos de entrega dos materiais aos cem mil trabalhadores do estado, a Fepospetro planeja um evento, a ser realizado num hotel da cidade de Bauru/SP, onde pretende reunir representantes do MPT e do sindicato patronal, além de lideranças da Fenepospetro (Federação Nacional), entre demais convidados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *