Força Sindical e as demais centrais Sindicais participaram do 10º Fórum Sindical dos BRICS

Encontro foi realizado nesta quarta-feira (14) de forma virtual e, representando a Força Sindical, participaram a Secretária Nacional de Direitos Humanos da Central, Ruth Coelho Monteiro e Consultor de Assuntos Internacionais da Central, Ortelio Palacio Cuesta.

A Força Sindical e as demais Centrais Sindicais brasileiras participaram, nesta quarta feira (14), do Fórum Sindical dos BRICS que acontece no âmbito da reunião ministerial dos países dos BRICS em Nova Deli, Índia.

Durante o encontro das Centrais Sindicais do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, foram debatidos temas importantes que fazem parte da agenda dos trabalhadores e trabalhadoras dos cinco países e serão apresentados, nesta quinta-feira (15), aos ministros do trabalho dos BRICS, através da declaração do Fórum Sindical dos BRICS.

Durante os debates todas as centrais fizeram importantes contribuições e propostas para uma recuperação econômica e social sustentada em todos os países do bloco, para a superação da crise sanitária, geração de empregos, fortalecimento e ampliação da cobertura da seguridade social publica, o Fundo Global de Proteção Social, o respeito aos direitos, melhoria dos salários, os desafios sobre as mudanças e as novas formas do trabalho por aplicativo, a domicilio, ect, e o fortalecimento dos sindicatos, o reconhecimento do Fórum Sindical dos BRICS por parte dos Governos, e o respeito e implementação das normas internacionais do trabalho da OIT, entre as quais a convenção 102, 144 e a recomendação 202, foram alguns dos assuntos debatidos e aprovados no 10 Fórum Sindical dos BRICS 2021, na Índia.

Ruth Coelho Monteiro, representou o secretário Internacional da Força Sindical, Nilton Neco. A sindicalistas fez uma saudação fraterna e solidaria a todos os participantes dos cinco países, e apoio as emendas e propostas do Brasil, da China, Rússia, Índia e África do Sul, dando assim respaldo a declaração dos trabalhadores e trabalhadoras que será apresentada amanhã aos ministros do trabalho dos BRICS.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *