Nota sobre contribuição

Fonte: Assessoria de Imprensa da Força Sindical

Os estudos sobre a criação da contribuição para financiar as entidades sindicais gerou muita polêmica nos últimos dias.

As centrais sindicais negociam com o governo e com o Congresso Nacional a contribuição.

Não estamos propondo nenhum valor percentual, pois o mesmo será definido pelos trabalhadores de cada categoria em assembleia.

Reafirmamos que a última palavra será dos trabalhadores, que votarão em assembleia o valor da contribuição junto com a pauta de reivindicações da categoria a ser negociada anualmente com os patrões.

A contribuição, no nosso entender, deve ser paga por trabalhadores sindicalizados e, também, pelos não sindicalizados, porque os benefícios conquistados valem para todo o conjunto de trabalhadores de uma mesma empresa ou um mesmo setor de atividade.

João Carlos Gonçalves, Juruna,
Secretário-geral da Força Sindical

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *