Ônibus param em Cubatão por causa de salários e benefícios atrasados

Fonte: Assessoria de imprensa do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Santos e Região

Contra falta de pagamento do salário de novembro, da primeira parcela do 13º salário, vale-refeição, tíquete-alimentação e cesta-básica, entraram em greve, na manhã desta segunda-feira (4), os 450 empregados da Translíder, que opera o transporte coletivo de passageiros e de estudantes em Cubatão.

A paralisação foi espontânea e o sindicato dos trabalhadores em transportes rodoviários de Santos e região, avisado, prontamente compareceu para mediar uma negociação com a empresa. Até o início da tarde, não haviam chegado a um acordo.

Segundo o vice-presidente do sindicato, José Alberto Torres Simões ‘Betinho’, “os entendimentos prosseguirão até que os trabalhadores sejam contemplados em seus direitos.Nenhum acordo será feito pelo sindicato sem anuência de assembleia da categoria, como sempre foi feito”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *