Petrobras: Terceirizados em greve na refinaria de Cubatão

Fonte: Sintracomos

Continuará, na manhã desta terça-feira (11), a paralisação dos 90 operários da empreiteira G&E Engenharia, que presta serviços à refinaria Presidente Bernardes (RPBC), em Cubatão.

Eles paralisaram as atividades na manhã desta segunda-feira (10) por causa dos salários atrasados de abril, que deveriam ter sido pagos até sexta-feira (7), quinto dia útil de maio, e também do vale-alimentação (va).

Segundo o sindicato dos trabalhadores na construção civil, montagem e manutenção industrial (Sintracomos), a empreiteira deve também verbas rescisórias e vale-alimentação atrasado a 100 demitidos em 14 de abril.

O vice-presidente e o diretor de segurança, higiene e medicina do trabalho da entidade, Ramilson Manoel Elói e Almir Marinho Costa, estarão no portão 10 da refinaria, às 7 horas desta terça-feira.

O portão fica na rodovia Cônego Domênico Rangoni, na altura do viaduto da Vila Elisabete, onde eles farão nova assembleia dos trabalhadores ativos e dos demitidos.

Sindipetro é solidário

A assembleia será às 8 horas e se repetira na quarta-feira (12), no mesmo local e horário, quando os operários saberão se foram depositados os salários e as rescisões em suas contas bancárias na tarde de terça.

“Se os salários não forem pagos”, adverte o sindicalista, “a paralisação continuará até que isso aconteça”. Sobre as verbas rescisórias, Ramilson também espera que sejam pagas.

Ele recorda que, em meados de 2020, os trabalhadores da mesma empreiteira, em atividade na empresa cimenteira Intercement, no pátio da Cesari Multimodal, paralisaram as atividades em solidariedade a demitidos.

“As circunstâncias são as mesmas, agora, e pode ser que o movimento solidário se repita”, diz o dirigente. Os demitidos têm direito também ao fundo de garantia (fgts) e multa por atraso da rescisória.

Segundo Almir, a multa é prevista no artigo 477 da consolidação das leis do trabalho (clt). O Sindipetro (sindicato dos petroleiros da Petrobras) é solidário à luta do Sintracomos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *