Sapateiros de Birigui lutam contra a retirada de direitos

Fonte: Assessoria de imprensa da Força Sindical

Categoria debate estratégia no dia 18

Com data-base em 1º de julho, os sapateiros de Birigui realizarão assembleia no dia 18 de agosto para discutir uma estratégia para impedir a retirada de direitos. A diretoria do Sindicato dos Sapateiros de Birigui decidiu intensificar a mobilização. Diariamente, os dirigentes vão às portas das fábricas convocar os trabalhadores para a assembleia, que será realizada na sede do sindicato.

“NÃO AO CORTE DE DIREITOS!”, “JUNTOS SOMOS FORTES!”, dizem os diretores.

Segundo Milene Rodrigues, presidente do Sindicato, os trabalhadores recebiam uma PLR (Participação nos Lucros ou Resultados) de R$ 700, conforme acordo na Convenção Coletiva de Trabalho.

“Agora os empregadores querem reduzir este valor pela metade, e não vamos aceitar”, afirma. Para Milene, o problema do Brasil não é o trabalhador. A crise econômica não foi feita por nós (trabalhadores) e não aceitamos pagar esta conta à toda hora”, destacou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *