Sapateiros de Birigui rejeitam proposta patronal

Fonte: Assessoria de imprensa da Força Sindical

Trabalhadores não aceitam reduzir PLR pela metade

Trabalhadores e diretoria do Sindicato dos Sapateiros de Birigui decidiram não aceitar a proposta do sindicato patronal de reduzir a PLR (Participação nos Lucros ou Resultados) pela metade e não dar garantia de emprego e salários.

“Reduzir direitos não traz progresso para a cidade de Birigui”, diz Milene Rodrigues, presidente do sindicato.

“Nós, trabalhadores, não somos culpados por nenhuma crise. As empresas estão no mercado porque tem também a participação dos trabalhadores na sua luta. É hora de os patrões valorizarem quem lhes fez subir. Dar como prêmio a falta de respeito, de reconhecimento e tirar de quem pouco tem é falta de respeito”, declarou.

Milene afirmou que a campanha continua e o Sindicato vai com o carro de som nas portas das fábricas para provocar a união dos trabalhadores nesta luta.

“Nenhum direito a menos!”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *