Trabalhadores em edifícios definem pauta da campanha salarial

FONTE:  Sindificios

Após a 1ª Assembleia Geral da categoria realizada no fim de julho, foram traçados os rumos da Campanha Salarial deste ano. Com a reunião online, centenas de trabalhadores em edifíicios puderam acessar e acompanhar ao vivo. As dificuldades inerentes à pandemia e a crise enfrentada por toda classe trabalhadora, somadas aos problemas peculiares da categoria, que muitas vezes se vê ameaçada por serviços ineficientes e de custo inferior, prejudicam as negociações neste momento.

De acordo com o presidente do SINDIFÍCIOS, Paulo Ferrari: “Optamos por um caminho que apresenta indícios de uma negociação coerente frente ao patronal; não adianta fechar os olhos para a realidade”.

Algumas novidades fazem parte da pauta de reivindicações deste ano, como:

– Adicional para empregados que fazem monitoramento: 50% a mais para porteiros que, além de suas funções, são obrigados a cuidar de diversas câmeras espalhadas pelas áreas comuns do condomínio;

– Assistência à Saúde: um benefício custeado pelo empregador para consultas médicas de algumas especialidades;

– Vedação do monitoramento à distância: proibir a implantação do monitoramento à distância para condomínios com mais de 21 unidades;

– Gratificação: 8% para empregados que desempenham funções na Vizinhança Solidária.

Além destes novos itens, o texto apresenta como reivindicação:

– Reajuste Salarial e nos pisos com o INPC mais reposição de 1%;

– 12% sobre o Auxílio Alimentação (VA + VR);

– Desconto de 3% no Vale Transporte;

– Estabilidade de 45 dias após o retorno das férias.

A pauta será enviada ao Sindicato Patronal e o SINDIFÍCIOS ficará a espera de sua aprovação ou de uma contraproposta. A cada movimentação, a categoria será informada pelo site e redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *