Trabalhadores nas indústrias de artefatos de borracha de São Paulo obtêm reajuste de 2,26%

Fonte: Assessoria de imprensa do Sindicato dos Borracheiros de São Paulo

Borracheiros enfrentam desafios nas negociações, mas fecham acordo da Campanha Salarial 2018 com êxito

Borracheiros de São PauloCrédito: Sindicato

Foram longas e intensas rodadas de negociação com os patrões em busca de salários e condições de trabalho mais dignas. Apesar da insistência dos empresários em não valorizar trabalhadores e trabalhadoras, a Campanha Salarial 2018 dos Borracheiros foi finalizada com acordo para reposição inflacionária e aumento real nos vencimentos de companheiros e companheiras do setor de artefatos de borracha. A data-base da categoria é 1º de junho.

Desta forma, os salários serão reajustados em 2,26%, sendo 1,76% referente à inflação do período (1º de junho de 2017 a 31 de maio de 2018) e 0,5% de aumento real. Já o piso salarial dos trabalhadores da categoria subiu para R$1.498,20.

Além disso, foi mantida cláusula da convenção coletiva que proíbe a terceirização nas fábricas. Trata-se de uma importante vitória, ainda mais diante do difícil momento econômico do País.

Veja pontos importantes da convenção coletiva de trabalho

Vigência
De 01/06/2018 a 31/05/2019

Correção salarial
O índice de reajuste será aplicado da seguinte maneira:
– 2,26% a partir de 01/06/2018

Piso salarial
O valor foi reajustado em 2,26%:
– a partir de 01/06/2018: piso de R$ 1.498,20

Estabilidade de gestante
A empregada gestante terá o emprego garantido desde o início da gestação até 60 dias após o término da licença legal compulsória

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *